Sou viciada em encontros extraconjugais

Sou viciada em encontros extraconjugais

Hoje apresentamos-lhe o testemunho da Madalena, uma mulher casada infiel (membro do Infiéis Casadas) que resolveu partilhar connosco o seu testemunho. A Madalena admite perante a nossa comunidade que é viciada em encontros extraconjugais.

Frisamos que todos os nomes e localidades presentes ao longo do seu testemunho foram alterados de forma a manter a sua privacidade.

Sou viciada em encontros extraconjugais – O testemunho da Madalena

“Bom dia, chamo-me Madalena, tenho 35 anos, sou mãe de duas gémeas de 4 anos, vivo em Odivelas e estou casada com o Lourenço há cerca de 7 anos.

Sempre fui uma mulher que me preocupava com a aparência que frequentava o ginásio para estar em forma e sentir-me bem com o meu corpo.

No entanto, depois de ser mãe, o meu corpo mudou um pouco e devido a toda a rotina inerente a ter dois filhos, lides domésticas e o trabalho como dona de uma empresa, acabei por me desleixar.

Não sei se foi por esse motivo, mas as noites tórridas de sexo com o Lourenço, passaram a ser demasiado esporádicas para o meu apetite voraz.

Quando as gémeas fizeram dois anos, resolvi que tinha de voltar a sentir-me bem e ter o corpo esbelto que tinha antes da gravidez. Com muito ginásio, consegui voltar ao que era em menos de 3 meses.

Como é óbvio, tive um PT que me ajudou… Mas, sinceramente isso não foi a única situação em que ele entrou na minha vida. Como tínhamos aula quase todos os dias, começamos a aproximar-nos e acabamos por nos envolver ali mesmo no balneário do ginásio!

Não sei porquê, mas esta situação mexeu comigo! Senti-me desejada como não era há já algum tempo!

Resolvi continuar a ter encontros extraconjugais com o PT sempre que ele tinha um período sem alunas.

Mas, o caso que mantinha com ele não chegava para satisfazer as minhas necessidades sexuais, e o Lourenço, continuava sem querer fazer sexo comigo (ouvi todas as desculpas que possam imaginar).

Assim sendo, resolvi que não ia ficar sentada em casa há espera que ele quisesse ter sexo comigo! Inscrevi-me neste site de encontros, e comecei a falar com vários homens que viviam nas redondezas…

Registo Rápido

Fiquei tão viciada em falar com homens e nos encontros extraconjugais que se tornaram frequentes, que houve uma altura em que tinha 3 amantes ao mesmo tempo (quase um para cada dia da semana…).

Esta foi sem dúvida uma das alturas da minha vida em que tudo corria bem. Tinha sexo fantástico todos os dias, os orgasmos eram explosivos (algo que o meu marido nunca me conseguiu dar).

Hoje em dia, considero que o meu vicio de encontros extraconjugais está um pouco mais controlado, no entanto, não existe amante como o primeiro, por isso, as minhas sessões com o PT acabam quase sempre na casa de banho do ginásio. Ainda mantenho alguns amantes que conheci aqui e de vez em quando, gosto de conhecer pessoas diferentes.

O melhor de tudo, é que como continuo a tratar de tudo em casa, o meu marido nem sequer desconfia da minha vida dupla.”

Este foi o testemunho da Madalena e que relata um pouco do seu vicio de ter vários amantes ao mesmo tempo. Deixem os vosso comentários!

Inscrição rápida
Confirme o seu registo em Infieis Casadas

Nome:

Email:
Email inválido

Sou:
Procuro:
Data de nascimento:

Sou maior de idade e aceito os termos

PUBLICAR COMENTÁRIO

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao utilizar os nossos serviços está concordar com a sua utilização. Saber mais sobre cookies
googleplustumblrstumbleuponreddit